Porque Apostamos? Porque Jogamos nos Casinos? Humanos que somos, adoramos riscos, adrenalina, emoção e, claro, ganhar… pelo que as apostas remontam ao início da humanidade. Somos Ingénuos Quando entramos num casino tradicional ou online, ou ao fazer uma aposta no Totoloto, deveríamos estar mais conscientes daquilo que nos espera. A maioria das pessoas não tem a mínima noção no que diz respeito aos casinos, os seus jogos ou às suas probabilidades. Somos atraídos para este mundo de forma alegre e por vontade própria. Uma vez inseridos, somos ofuscados porque é assim que os casinos querem que nos sintamos - “na boa”.
 
   
 
Ficamos maravilhados com as luzes, os sons, os espectáculos, a comida, o frenesim das moedas, os sons estridentes, as meninas de espectáculo, anfitriãs bonitas e claro, tudo pela chance de ganhar algum dinheiro. Somos tão consumidos por estes locais e tentações, misturadas com bebidas alcoólicas e a emoção de ganhar, que somos apenas um presa fácil, à espera que o nosso dinheiro arduamente ganho, nos seja tirado pelo casino, com um sorriso na nossa cara.
  Objectivo do Livro O Segredos dos Casinos é um livro que lhe dará uma vantagem ou uma espécie de avanço à partida – e que irá prepará-lo melhor para realmente ganhar ou então reduzir as suas perdas. “Antes de fazer outra aposta, leia este livro!” José António Pinto, Jogador de Casinos “As sugestões aqui apresentadas fazem sentido e já ganhei com isto.” Maria Manuel Busto, Jogador ocasional “É melhor que as pessoas pensem que és um mau jogador de poker, depois joga e acaba com todas as dúvidas. Não jogues para impressionar, joga para ganhar.” Michael Gersitz, Jogador do Poker
As apostas a dinheiro parecem cair numa categoria especial do comportamento humano, que escapa às regras normais pelas quais nos regemos, tendo em conta que, nos casinos, as pessoas mudam dramaticamente o seu comportamento. Podemos ver pessoas avarentas ansiosas por gastar o seu dinheiro ou que coleccionam cupões ou vales de gasolina de forma a poupar dez euros e a não pensarem duas vezes antes de gastarem 100, 500 ou mesmo milhares de euros em Casinos.
Sabia que a sua hipótese de ganhar o Totoloto é de 1 em quase 14,000,000 e que se fizesse vinte apostas por semana, podia demorar cerca de 13.000 anos a ganhar? No Euro milhões, a hipótese é ainda menor: 1 em 76,275,360. Novamente, aqui poderia levar aproximadamente 65 mil anos (sim, 65,000!), se fizesse 20 apostas diferentes por semana! Mas matematicamente, nada garante que os seus números fossem sorteados “tão cedo”. Sabia?Biografia do AutorGreg Babayans, (Lic. em Gestão da Univ. Califórnia com MBA), de nacionalidade norte-americana, é especialista em Marketing, acumulando vasta experiência na área como Director de Marketing da Pizza Hut e do Grupo Solverde (Hotéis e Casinos), tendo já leccionado varias cadeiras de Gestão e Marketing em Licenciaturas e MBA’s.Actualmente é consultor para a empresa Datawin.É co-autor do livro “Estratégias de E-Marketing” e autor de Kit Empresarial - Dominar e Triunfar nas Redes Sociais
Tìtulo: Segredos dos Casinos Autor: Greg Babayans Edição: E&B Data – Sistemas de Informação e Assessoria Empresarial, Lda Rua Sousa Aroso 31, Ed. 2, 1º A 4450-289 Matosinhos Telef: 229 388 245 Fax: 229 363 475 Email: datawin@datawin.com.pt ISBN: 989-96262 Copyright Protected – DATAWIN 2009-2013 Não podem ser reproduzidos ou difundidas, por qualquer processo electrónico, mecânico ou fotográfico, incluindo fotocópia, quaisquer páginas deste livro, sem autorização dos autores. Exclui-se a transcrição de curtas passagens, desde que mencionando o título da obra e os nomes dos autores. INDÍCE
  1. I. Introdução
  2. II. O Mundo do Jogo
  3. III. Apostar Online
  4. IV. Apostas Desportivas
  5. V. Slot Machines
  6. VI. Roleta
  7. VII. Blackjack
  8. VIII. Poker
  9. IX. Outros Poker
  10. X. Loto
  11. XI. Dicas Finais
  12. XII. Terminologia
(Nota do autor: O leitor pode reparar que não existe um Capitulo “13”, porque acredito que este número dá azar…) Dedicatória Este livro é dedicado a todas as pessoas que procuram obter um pouco da sorte nas suas vidas, porque ela existe e acontece quando a preparação se depara com a oportunidade. Agora vá ao seu encontro.

Desejo-vos uma Boa Sorte!

Good Luck!

Porto, 20 de Julho de 2009

* “You’ve got to ask yourself one question:

“Do I feel lucky? Well, do ya punk?!”

Clint Eastwood em “Dirty Harry”
  1. I. Introdução
Qual é o objectivo deste livro…? Durante muitos anos, enquanto director de marketing dos Casinos Solverde e enquanto jogador nos casinos de Reno e Las Vegas, tive a oportunidade de conhecer bem a realidade dos dois lados – como jogador e como responsável de casinos e agora através de sites e portais de casinos online. Estas experiências deram-me uma visão global sobre o mundo do jogo que poucas pessoas em Portugal possuem. O meu trabalho enquanto director, era desenvolver programas que criassem o maior volume de pessoas dentro do casino e que fizessem com que as pessoas se tornassem clientes habituais do jogo. O problema aqui em Portugal, é que, as pessoas dirigem-se às Slot Machines ou mesas, mas não têm grande ideia do que andam a fazer. Pelo menos julgam que sabem, mas não sabem. Claro que há sempre aqueles 20% (regras 80/20) que sabem, mas a maioria das pessoas que entram no mundo dos casinos são ingénuas. O seu dinheiro, que ganha arduamente, é depois depositado nas mesas ou máquinas de jogo, transformando-os em presas fácil. Foi nesta base, que achei, existir um nicho para um livro assim - O objecto deste livro será então dar-lhe, como leitor, uma vantagem ou uma espécie de avanço à partida; ou seja, prepará-lo melhor e quem sabe, ajudá-lo a ganhar, ou a evitar grandes perdas. Embora falemos muito sobre os casinos, existe um outro componente de apostas do qual também pouco se fala, que é, os jogos da Santa Casa de Misericórdia– Totoloto, Euromilhões, Lotaria, Totobola e as Raspadinhas. São milhões de euros gastos estupidamente todos os dias nestes jogos onde as probabilidades são tão nulas, que há mais probabilidade de morrer num acidente de aviação do que ganhar o jackpot em Totoloto ou Euromilhões. Como o Estado é o grande parceiro deste negócio, existe “Proteccionismo” destas apostas. Todos nós sabemos que o estado gosta de comer o nosso dinheiro… Quero dar os meus agradecimentos a todas as pessoas que tem me ajudado e apoiado nos meus projectos e ideias. Eles sabem quem são. E espero que o leitor consiga tirar algum proveito deste livro. Se usar os concelhos aqui com bom senso, certamente poderá divertir-se no jogo e até mesmo ganhar algum dinheiro. Benjamin Franklin   II. O Mundo do Jogo Humanos que somos, adoramos riscos, adrenalina, emoção e, claro, ganhar… pelo que as apostas remontam ao início da humanidade. Porque apostamos? Porquê apostar no Totoloto? Porque jogamos nos casinos? Será a emoção da vitória ou a agonia da derrota? Será a atracção pelo risco que adoramos assumir? As apostas a dinheiro parecem cair numa categoria especial do comportamento humano, que escapa às regras normais pelas quais nos regemos, tendo em conta que, nos casinos, as pessoas mudam dramaticamente o seu comportamento. Podemos ver pessoas avarentas ansiosas por gastar o seu dinheiro ou mesmo pessoas que coleccionam cupões ou vales de gasolina todas as semanas de forma a poupar dez euros na mercearia e a não pensarem duas vezes antes de gastarem 100, 500 ou mesmo milhares de euros em Casinos. A disciplina tem tudo a ver com a capacidade de desenvolver um plano vencedor. O controlo tem a ver com a capacidade de a cumprir. Existem muitos denominadores comuns subjacentes ao negócio dos casinos... Os jogos de casino, Poker, loto e muitos outros novos jogos estão para ficar e estão a crescer a uma velocidade interessante, especialmente através da internet. Os casinos online surgem em todo o lado desde a sua página de Hi5.com, Facebook.com até ao Twitter entre outros grupos sociais. Agora, durante a crise como a que vivemos, enfrentamos o desespero, pelo que podemos perder o pouco que temos num casino, seja virtual ou tradicional. A tentação do jogo rodeia-nos por todos os lados… PARA GANHAR, TEMOS DE ENTENDER BEM AS REGRAS
  • Nas apostas a dinheiro, queremos jogar no que nos dará a maior probabilidade de vencer o jogo numa base relativamente confiável e previsível.
  • Quereremos utilizar estratégias de jogo vencedoras a maior parte do tempo e que reduzam ao máximo as derrotas.
Se vai apostar, será melhor saber como agir pois não pode estar à espera de ganhar sem perceber as regras do jogo. Este é o primeiro passo para se tornar vencedor. Não pode esperar ganhar em algo que ainda não domina. Por exemplo, as regras da Roleta são muito claras, mas exigem grande investimento de tempo. Antes de arriscar qualquer quantia, nada substitui a aprendizagem das regras de uma forma completa e a prática. Um elemento essencial será aprender não só a utilização de uma estratégia mas também obter um nível de confiança resultante da mesma. É essencial um trabalho prévio para se transformar num jogador consistente, quer na Roleta ou em qualquer outro jogo de casino. Através da prática, terá uma melhor compreensão do sistema do que apenas através da teoria. A falta de informação publicada credível sobre estratégias eficazes para estes jogos resulta da aceitação cega da maioria dos peritos de que, a longo prazo, nenhum sistema pode ultrapassar um jogo onde o casino tenha vantagem. O cerne da questão será definir “longo prazo”. Se qualquer sistema for seguido cegamente até ao fim independentemente do custo, irá falhar a determinada altura. Mas, se dividirmos o “longo prazo” numa série de pequenas corridas, sobre as quais temos controlo substancial, então acredito que a premissa é falsa. Num concurso entre o casino e o jogador, através de um sistema realmente bom, convenço-me que o jogador pode ganhar um margem definitiva, especialmente se a vantagem da casa for de menos de 2% (<2%). Las Vegas – O Capital Mundial de Jogo

A cidade de Las Vegas é única, é a cidade mãe de todos os casinos. É um local de visita obrigatória porque em nenhum lado existe algo assim. Seria uma injustiça não dar ao leitor uma ideia do que é a mega capital mundial do jogo, que é e sempre será Las Vegas. É uma espécie de Disneylândia mas com um divertimento direccionado para adultos. É obvio que também encontra entretenimento para crianças, porque se trouxer a sua família (assim não tem as inevitáveis saudades) ficará inevitavelmente mais tempo. Encontra espectáculos, parques de jogos e eventos intermináveis. A maioria das grandes empresas estabelece os seus encontros anuais em Vegas porque assim podem acomodar facilmente “aqueles” 80,000 funcionários. Encontra hotéis com mais de 5,000 quartos!

Os casinos em Vegas são imensos, podendo mesmo perder-se lá dentro. E, de facto, é o que eles querem. Se alguma vez foi a Las Vegas, uma vez lá, se não memorizar a porta de entrada, muito provavelmente irá perder-se. Esta é a estratégia deles, uma vez lá dentro, não querem que saia mais! Eu próprio já me perdi, demorando cerca de uma hora para voltar ao ponto de partida. Foi no Caesar’s Palace. O seu interior é fenomenal. Encontra tantas mesas, jogadores, Slots, trabalhadores; que fica siderado perante a mega operação envolvida. Se andar um pouco mais, chega então à área comercial, onde encontra um céu falso, que lhe dá a sensação de estar no exterior, com lojas que vendem tudo. Depois, encontra os restaurantes, que também são intermináveis e onde pode comer em Bufetes à Descrição por 2€. Em todo o lado encontra máquinas multibanco, sempre disponíveis para levantar mais dinheiro, quer a débito ou crédito. E se tiver circulado algum tempo (o que significa que já pode ter perdido em grande), estas oferecem-lhe crédito se precisar. Enquanto estamos a falar das ofertas dos casinos, não esqueça os seus jantares, espectáculos, galas, fins de semana… todas estas coisas excelentes das quais pode desfrutar, se for um grande jogador, ou noutras palavras, um grande perdedor. Os casinos promovem concertos grátis, funcionárias com saias e roupas interessantes, concursos de beleza, desfiles de moda, e tanto mais. Eles irão persegui-lo com todo este glamour das suas luzes estonteantes, carros bonitos e sons tilintantes das moedas… Os casinos pretendem prendê-lo pelo estômago, ao alimentá-lo até que não possa comer mais. Irão servir-lhe todas as bebidas grátis que desejar, ou vendê-las a um preço pelo qual não terá a noção de estar a perder todo o seu dinheiro. O objectivo dos casinos é tirar-lhe o dinheiro enquanto supostamente se diverte. Eu pessoalmente não considero perder dinheiro como “diversão”. Pagar por entretenimento é uma coisa. Perder é outra… Os Benefícios Estes “benefícios” não têm fim. Que tal se começarmos com algumas dicas? Quase todos os casinos, quer offline ou online, oferecem alguma espécie de Bonus de Adesão”. Os casinos têm muitas vantagens sobre o jogador e uma quantia de dinheiro quase ilimitada, comparando com o dinheiro que você traz. Têm uma paciência sem fim e a probabilidade do seu lado, ou seja a designada vantagem da casa. Tem que juntar todas as suas vantagens na sua batalha contra o casino. Uma das armas mais importantes é dividir o seu investimento em apostas mais pequenas, e dar ao casino apenas uma tentativa para arrecadar uma das suas apostas mais pequenas numa qualquer sessão. Os casinos são mesmo mega operações, com milhões de euros/dólares de investimento em estruturas, entre funcionários, espectáculos, comida… Tudo junto, resulta em milhares, senão milhões de euros em operações diárias ou mensais. Agora faz-se uma simples pergunta: QUEM PAGA TUDO ISTO? FACTO OU FICÇÃO Existem muitos mitos em relação às apostas a dinheiro. Agora, apenas por diversão, faça o teste seguinte para descobrir o que realmente sabe sobre o funcionamento destas apostas.
  • As apostas a dinheiro são uma forma fácil de ganhar dinheiro?
Falso; É uma forma de entretenimento onde paga para jogar. Não é uma forma fiável de ganhar dinheiro ou de viver.
  • Se uma máquina de jogo num casino ou um jogo não tem dado prémio, dará em breve?
Falso; Os jogos de sorte são isso mesmo, de sorte. O resultado de uma máquina é completamente aleatório.
  • Algumas pessoas têm mais sorte que outras?
Falso; Poderá parecer que alguém tem mais sorte, mas as oportunidades no jogo são completamente aleatórias e todos podem ganhar ou perder. Isso irá depender do jogo e das capacidades entretanto adquiridas.
  • A casa ganha sempre?
Verdadeiro; Os casinos têm sempre a vantagem em todas as apostas. Quanto mais tempo jogar, mais probabilidades tem de perder.
  • Recuperarei o dinheiro investido?
Falso; Se continuar a jogar, não só não ganhará o seu dinheiro de volta como provavelmente terá perdas ainda maiores.
  • Os meus números da sorte aumentam a minha probabilidade de vitória no Loto?
Falso; A utilização de números da sorte, amuletos ou rezas não vai aumentar a sua probabilidade de vitória. A verdade é que todos os números têm a mesma probabilidade.
  • Um número não é sorteado há algum tempo. Estará para sair?
Falso; A oportunidade de um número surgir, em cada jogo, é exactamente a mesma, independentemente das vezes que joga. Não controla o resultado.
  • Eu tenho um sistema, que irá funcionar...
Falso; Para alguns a emoção do jogo reside em bater o sistema, mas as probabilidades de perder são maiores. As condições nunca são perfeitas ou ideais.
  • As probabilidades de ganhar no Loto com os números 1, 2, 3, 4, 5, 6 ou 5 10 15 20 25 30 são iguais?
Verdadeiro; Muitas pessoas pensam que o primeiro conjunto de números é impossível. Cada conjunto tem exactamente as mesmas probabilidades.
  • O jackpot esteve tão perto…
Falso; muitas pessoas vêm as derrotas como uma “quase vitória”, o que acontece quando um resultado está muito perto dos números vencedores… isto é uma ilusão. Não quer dizer que vai acertar na próxima vez. Os casinos adoram estas “quase vitórias”. Fazem-no sentir que está mais perto.
  • As apostas a dinheiro não é só uma questão de sorte.
Verdadeiro; a perícia de facto aumenta as suas oportunidades de vitória. É aqui que quero chegar neste livro, aos jogos chave onde encontra as melhores oportunidades de vitória e não apenas aos jogos de sorte, tais como a Lotaria ou as Slots Machines. Nas apostas, o jogador aposta dinheiro no resultado de um evento, por exemplo, quem ganhará o Campeonato do Mundo ou uma grande eleição. As apostas podem ser feitas antes do próprio evento (quer online ou na agência de apostas), ou “em directo”, por exemplo, numa corrida de cavalos ou cães ou num campo de futebol. As formas de apostar enquadram-se perfeitamente em duas categorias: OPORTUNIDADES DE VITÓRIA Convenço-me que a maioria das pessoas não tem ideia sobre quais as suas oportunidades e mesmo o que estas significam. Os casinos tiram partido desta ingenuidade e é assim que o negócio se mantém. Probabilidades fixas – numa aposta fixa, o dinheiro que poderia ganhar de volta é fixo, ou depende das probabilidades sob as quais a sua aposta foi aceite. Numa troca de apostas, estas são feitas entre pessoas com pontos de vista opostos. Estas trocas permitem que os jogadores apostem sobre a ocorrência ou não de um evento. Ao contrário das formas mais tradicionais de jogo, os jogadores são capazes de apostar em resultados negativos, tais como a perda de um cavalo. As Apostas Remotas ocorrem através da Internet, TV interactiva e telemóveis. Permitem apostas 24 sobre 24 horas em qualquer lugar. Muitas pessoas sonham com a lotaria ou com uma mão de Poker perfeita, mas será que sabem quais são as suas verdadeiras oportunidades? Ao longo das últimas décadas, os jogadores começaram a considerar seriamente a matemática mais do que alguma vez o fizeram. Enquanto a teoria da probabilidade é a única teoria rigorosa que pode modelar os perigos do jogo, mesmo em condições idealizadas, as probabilidades numéricas são vistas não só como informação puramente teórica mas também como um critério decisivo, especialmente no jogo. Este livro apresenta alguma da matemática subjacente aos jogos de sorte e indica uma descrição precisa das probabilidades associadas a todos os eventos relativos a jogos. Se atirar uma moeda ao ar 40 vezes, a oportunidade de sair sempre cara a cada tentativa é de cerca de 1 em 1,000,000,000,000 (um trilião). Continue a ler para ver como as suas probabilidades de ganhar em jogos de sorte se comparam perante outros eventos. Sabia?
Evento Percentagem
  • Viver o suficiente para receber um telegrama do Primeiro-ministro a felicitá-lo pelo seu 100º aniversário -
1 em 8
  • Rolar um 2 num jogo de dados -
1 em 36
  • A bola da Roleta terminar num número que tenha escolhido.
1 em 37
  • Ganhar algum prémio na Lotaria -
1 em 57
  • Ter um Full House nas suas primeiras cinco cartas no Poker -
1 em 4,165
  • A próxima pessoa que conhece partilhar a sua data e ano de nascimento -
1 em 25,000
  • Um asteróide de 20 milhões de toneladas chamado Apophis embater na Terra no dia 13 de Abril de 2036 -
1 em 45,000
  • Ter um royal flush nas suas primeiras cinco cartas no Poker -
1 em 649,740
  • Morrer numa acidente de aviação -
1 em 10,000,000
  • Ter 6 números vencedores no jackpot do Totoloto.
1 em 13,398,816
Poderá influenciar a probabilidade de ocorrência destas situações. Por exemplo, se adoptar um estilo de vida mais saudável terá mais probabilidade de chegar aos 100 anos. Mas todo o jogo baseia-se na aleatoriedade. Mesmo o jogo baseado na perícia está sujeito a mudança – nenhum conhecimento ou capacidade pode influenciar as cartas que recebe num jogo de Poker. É importante ser realista e não subestimar as possibilidades. A possibilidade de ganhar o jackpot do Totoloto (6/49) é de cerca de 1 em 14 milhões. Se gastar 1€ todas as semanas na Lotaria, esperará cerca de 270,000 anos antes de ganhar uma parte do jackpot! Os operadores de jogo têm que dar aos seus clientes informação acerca das regras, vantagem da casa, probabilidades, retorno médio par ao jogador, nível de aposta máximo e limite de prémio. O que dizer das probabilidades? Como colocá-las a meu favor?

Jogos de Casino

Os jogos de casino incluem jogos de mesa, cartas e máquinas. Envolvem jogar ou apostar contra a banca. Alguns jogos tradicionais incluem a Roleta, Blackjack e Poker. Alguns jogos de Casino: Blackjack (21) – um jogo de cartas onde os jogadores tentam bater a banca ao adicionar os valores das cartas até ao mais perto possível de 21, sem ultrapassar este valor. É também conhecido como 21. Baccarat (Punto Banco) – um jogo de cartas no qual dois ou mais jogadores jogam contra a banca. O vencedor é o jogador que segura duas ou três cartas que perfazem o mais perto de nove. Existe um número de variações de Baccará entre os casinos tradicionais e online. Poker – um jogo de cartas onde os jogadores, com cartas parcialmente ou totalmente escondidas, fazem apostas num pote central. O pote é entregue ao jogador ou jogadores com a melhor combinação de cartas. Os vários tipos de jogos de Poker incluem “three-card”, “casino stud” e “Texas Hold ‘Em”. Stud Poker o stud Poker é uma das variações de Poker na qual cada jogador recebe um misto de cartas, com a face quer voltada para cima ou para baixo, em rondas de apostas múltiplas. O five-card stud surgiu inicialmente durante a Guerra Civil Americana, tendo se tornado bastante popular. Em anos recentes, o seven-card stud tornou-se mais comum, quer em casinos e jogos caseiros. Estes dois jogos são a base da variação mais moderna do stud Poker. Craps o Craps é um jogo de casino com dados no qual os jogadores apostam, contra o casino, o resultado de uma jogada ou uma série de jogadas com dois dados. É muito popular nos casinos americanos ao contrário dos Europeus. Roleta – No jogo, um croupier faz girar uma roda numa direcção, e então atira uma bola na direcção oposta. A bola cairá num dos 37 (Roleta Francesa) ou 38 (Roleta Americana) espaços coloridos e numerados. Os jogadores podem apostar em números específicos, na cor do número (vermelha ou preta), se é par ou impar ou num grupo de números. Bingo – O bingo é um jogo de sorte onde os jogadores recebem um conjunto de números num cartão em troca de uma aposta, sendo estes marcados à medida que são anunciados de forma aleatória. Os jogadores podem ganhar dinheiro ou prémios quando completam uma linha, linhas múltiplas ou completam um cartão. Também podem ser jogados electronicamente. A maioria das pessoas joga em clubes de Bingo, incluindo estâncias de férias e resorts. É um jogo de puro divertimento, especialmente entre os mais velhos. Não irei dedicar muita atenção a este jogo. O BENEFÍCIO DA SORTE Os jogadores acreditam na sorte enquanto os operadores dos casinos acreditam em números. Já vi casinos a empregarem matemáticos. Ao aprender algumas estratégias e a cumpri-las, como por exemplo saber quando parar, pode ganhar algum dinheiro. Porém, um pouco de sorte é sempre bem-vinda e por vezes necessária. Já li bastantes histórias sobre engenheiros e matemáticos deslocarem-se a Las Vegas com estas estratégias de jogo, e normalmente são bem sucedidos. Repare que digo “normalmente” porque as histórias de perda nem sempre são noticiadas. Vejo frequentemente jogos de Poker na televisão e testemunho como por vezes a sorte muda para um jogador com 90% de probabilidades de ganho que no último segundo vê a carta do outro jogador e Uau! a sua mão aparentemente vencedora perde! Normalmente perde em grande porque estava a apostar fortemente na sua mais que certa vitória. Então, a última carta é virada e o jogador está frito! Diversão ou Jogar para Ganhar? Enquanto o jogo pode por vezes ser divertido, esse não é o objectivo principal. Estamos interessados em usar uma estratégia que separe o casino do dinheiro que oferece, da forma mais simples e agradável possível! Num casino, não só paga por tudo o que encontra, como está a dar lucro ao dono e a colocar dinheiro no seu bolso. Ok, basicamente estamos num mercado e democracia “Laissez-faire” (Refiro-me aos mercados europeus e americanos), mas ninguém o obriga a jogar. É atraído por todas as coisas agradáveis oferecidas pelos casinos, que afectam o seu sistema nervoso central. Exige disciplina saber quando NÃO jogar. Exige disciplina desistir de um cavalo quando o preço não é justo. Exige disciplina dizer não àquela Slot tentadora. Exige disciplina manter o dinheiro no seu bolso e evitar o nervoso de observar aquela corrida de cavalos. Portanto, se vai jogar, tem que aprender a minimizar os seus riscos. Deverei apostar? Onde deverei apostar? Como posso ganhar? O que dizer dos casinos tradicionais? Como apostar? Faço melhor em apostar online ou em ir a um casino tradicional? Sentar-se numa mesa de jogo pela primeira vez pode ser uma experiência intimidatória. Se for um jogador inexperiente, não irá perceber claramente os papéis do negociador, funcionários, chefe de piso e o outro staff, não falando claro nas câmaras que o seguem a cada passo. Casinos em Portugal Já ouvi bastantes designações, desde “Um lugar de diversão” a “Disneylandia para adultos”. Independentemente do que pensa sobre os casinos, tenha em mente que um casino é um GRANDE NEGÓCIO! Bob Stupak, antigo dono do Vegas World Casino, disse à US e World Report, “é nosso dever retirar o máximo de dinheiro possível ao nosso cliente e mandá-lo embora com um sorriso nos lábios.” Sabiam que os casinos em Portugal pertecem ao estado? São as empresas de exploração de jogo, como Solverde, ou Estoril Sol, que concorrem para obter as concessões para gerir os espaços. Os concessionários pagam não só os direitos de obtenção das licenças, mas pagam também 50% de impostos de toda a receita vencida nos casinos pelos operadores. Não é 50% dos resultados operacionais, mas sim, pela receita. Claro, não pagam mais impostos sobre o jogo, mas têm todos os outros custos a suportar com os outros 50%. Os inspectores de jogo, que pertencem à Inspecção Geral de Jogo (IGJ), trabalham lá nos casinos na representação do Estado. As licenças são obtidas em concursos e normalmente tem a duração de 15 a 20 anos. Ultimamente, o estado tem jogado a favor dos donos, cedendo uma licença ao Estoril Sol para Lisboa. Também prorrogaram as licenças devido a uma controvérsia quando a Santa Casa entrou com o jogo de Raspadinhas no mercado português. Os casinos tradicionais alegaram que se tratava de um jogo de sorte imediato e que por lei, só os casinos tinham o direito de oferecer este tipo de jogo. Então, cedendo aos Lobby’s, estendeu os prazos dos concessionários para mais 10 anos em compensação. A listagem dos casinos em Portugal: - Casino Espinho - Casino Estoril - Casino Lisboa - Casino Póvoa - Casino Vilamoura - Casino Praia da Rocha - Casino Montegordo - Casino Chaves - Casino Madeira - Casino Troia - Douro Casino Salas de Jogo Tradicionais O ambiente que se vive nas salas de jogo tradicionais em Portugal é muito sereno. Algumas salas são mistas (mesas e Slots), onde não é exigida identificação. Em salas mais antigas esta é exigida, o que desmotiva a entrada. Uma vez dentro, encontra este silêncio. Para as gerações mais novas, isto pode ser chato. Na maioria dos outros casinos europeus e especialmente nos EUA, as pessoas divertem-se e não são intimidadas por outros jogadores ou croupiers. Especialmente nos EUA, à volta das mesas de Craps, encontra pessoas a desfrutarem de um bom momento à volta da mesa, a rindo-se e por vezes aos gritos (isto é algo real que pode ter visto na televisão ou cinema). Todos os dias milhares de clientes fervilham nestes casinos, a maioria sem fazer ideia de como ganhar. Mas, com o advento do Jogo Online, encontramos uma nova geração de adultos que estão a tentar efectivamente ganhar. Analisemos mais a fundo. Mensalmente são efectuadas biliões de jogadas nas máquinas de jackpot. O número de vencedores até pode parecer elevado mas considere que a probabilidade de alcançar um jackpot é de um em milhões. Uma vez que as Slots com jackpot pagam normalmente quantias mais pequenas e que parte de cada jogada alimenta os jackpots progressivos incessantes, perderemos na maioria das vezes que jogamos nestas máquinas. JOGAR ONLINE Os casinos online em Portugal descobriram que é melhor pagar a um tradutor e ter mais pessoas a jogar, do que manter o site apenas em inglês e ter menos jogadores. Pelo simples facto do site estar em Português, é mais fácil de jogar. Como funciona o jogo Antes de começar a jogar, será bom saber como jogar. Sabe o que significa “vantagem da casa” e “retorno médio para o jogador”? Sabe separar os factos da ficção entre os muitos mitos que rodeiam o mundo das apostas a dinheiro? Quais são as suas oportunidades reais de ganhar? O jogo envolve apostar dinheiro num jogo ou evento futuro, cujo resultado é desconhecido e incerto. Cerca de dois terços dos portugueses participam em qualquer forma de jogo durante o ano – ao comprar a rifa dos bombeiros, apostar em Poker na internet, totoloto, ou num jogo de futebol entre amigos. Existem duas categorias principais no jogo – baseadas na sorte e na perícia. Sorte O jogo com base na sorte é completamente aleatório e não pode influenciar o resultado. Todos os jogadores têm a mesma probabilidade de ganhar. Estes jogos incluem a lotaria, Roleta, bingo e máquinas de jogos. Perícia (Skill) No jogo com base na perícia, a sua capacidade pode influenciar o resultado. Apesar da sorte estar envolvida, as oportunidades de ganhar não são as mesmas entre jogadores porque as técnicas, conhecimentos ou estratégias podem dar vantagem a um jogador em particular. Os exemplos incluem as apostas em corridas ou o Poker ou Blackjack. Risco Existe um denominador comum no jogo – o risco. Isto significa que o resultado nunca é certo, ganhar nunca é uma certeza e perder é sempre uma possibilidade.

Tipos de jogo

No Reino Unido, anualmente, quase três quartos da população adulta joga de qualquer das formas possíveis.

· Apostas

Uma aposta é um jogo onde um jogador aposta dinheiro no resultado de um evento, por exemplo, quem ganhará o Campeonato do Mundo ou Wimbledon.

· Jogos de Casino

Os jogos de casino envolvem os jogos de mesa, cartas e máquinas. Envolvem jogar ou apostar contra a banca. Os jogos dos casinos tradicionais incluem a Roleta, Blackjack e Poker.

· Máquinas de Jogos

As máquinas de frutos, terminais de apostas fixas, Slots e máquinas de vídeo electrónicas são todas máquinas de jogos. O jogador normalmente ganha ao conjugar os símbolos, normalmente de fruta, numa linha central horizontal com três rodas. Nos dias de hoje, as combinações podem ter uma variedade de sequências.

· Lotarias

A lotaria é um jogo onde as pessoas apostam num conjunto de números que poderão coincidir com os sorteados, para ganhar dinheiro ou prémios.

Sociedades

Nestas apostas, os jogadores apostam uma quantia determinada, em grupo, dividido pelos participantes vencedores. A Vantagem da Casa Então, como é que o casino que lhe retira o dinheiro? A vantagem da casa é a vantagem que um operador de jogo tem em todas as apostas que faz. Os jogos de casino tal como a Roleta, Blackjack, Punto Banco, etc, são jogos da banca pelo que são jogos de “sorte desigual”. A natureza e estrutura destes jogos dá portanto uma vantagem aos casinos (a casa). É o que se designa “vantagem da casa” e é a percentagem que um casino retém, em média, em cada mão ou volta da Roleta. Por exemplo, se apostar 1€ em cara ou coroa, as probabilidades são de 50/50. Se ganhar e receber 1€, seria uma probabilidade verdadeira. Mas se a “casa” ou os casinos apenas pagam 0,90€ o casino continuaria a ter vantagem – neste caso de 10 cêntimos ou 10% Em jogos tais como o Blackjack, a casa tem vantagem porque o negociador ganha todas as apostas dos jogadores perdedores, mesmo que tenha cartas perdedoras. Um jogador só ganha se a sua mão bater a do negociador. Em outros jogos, como a Roleta, a casa mantém a sua vantagem ao pagar menos do que a verdadeira probabilidade por uma aposta em particular. As probabilidades verdadeiras para um determinado número de Roleta ser sorteado são de 36 para 1 porque há 37 compartimentos numa Roleta. Um casino paga de facto apostas com probabilidades de 35 para 1. A vantagem da casa significa que quanto mais jogar, mais probabilidades tem de perder. A casa ganha a longo prazo. Todos os casinos devem dar esta informação para que os jogadores tenham a noção da vantagem da casa e percebam como tudo funciona. Isso significa que vai perder sempre? Claro que não. Se isso acontecesse, não estaria sempre a voltar. Porém, a longo prazo, o casino irá ganhar a nível das expectativas negativas do jogo. O Blackjack é diferente de outros jogos de casino. Jogos como Craps, Roleta e Baccarat são jogos de sorte, onde cada jogada é um evento independente, que é a forma dos matemáticos dizerem que o que aconteceu em jogadas anteriores não tem qualquer influência no resultado presente. O Blackjack encontra-se numa categoria diferente porque sempre que sai uma carta, altera a posição das cartas remanescentes. A vantagem pode mudar do jogador para a casa dependendo das cartas que foram jogadas e a perícia com que são jogadas. O Video Poker baseia-se também na perícia. Se jogar a estratégia perfeita, existem de facto alguns jogos que têm um retorno positivo com base na sua tabela de pagamentos. Com a Roleta, a casa mantém uma vantagem constante. As Roletas Americanas têm 36 números no total, entre vermelhos e pretos e espaços de zero e duplo zero. Cor verde. Se a cor vermelha surgir dez vezes seguidas numa Roleta Americana qual é a probabilidade de na próxima volta cair num número vermelho? Independentemente dos resultados anteriores, as probabilidades são de 38 números ou 47.37%. Irá confirmar que a vantagem da casa é de 5.26% para os jogos de duplo zero. É assim que configuramos a vantagem. No jogo existem 36 números mais o 0 e 00. As probabilidades de ganhar são de um em 38 ou 37 para 1. Se ganhar, o casino paga-lhe 35 pela sua aposta de um dólar. Mantém o seu dólar original e recebe $35 adicionais que lhe devolvem $36. A diferença é de dois dólares (38 menos 36). Divida os $2 por 38 que é a probabilidade original e tem uma vantagem da casa de 5.26%. Portanto, pode de facto cobrir todos os números no layout e ainda perder dinheiro. São grandes probabilidades para a casa mas não para si. Jogos como Roleta, Craps, Big Six têm uma percentagem fixa porque uma rodada ou volta nunca irá mudar o resultado. Terá sempre 38 números no layout de uma Roleta e 12 números num conjunto de dados. Olhemos para as probabilidades noutros jogos de casino. No Keno, a casa aprecia cerca de 30% de vantagem sobre os jogadores. Este jogo só deve ser jogado pela pura diversão porque é praticamente impossível ganhar de forma consistente. As Slots asseguram entre 0% a 7,5% (92,5% em Portugal). É possível vencer as Slots com perícia apesar da maioria dos jogadores nem sequer tentar. Os casinos em Las Vegas fazem mais dinheiro a partir das Slots do que todos os jogos de mesa combinados. Em Espinho, existem mais de 1.000 máquinas. Em Portugal, o retorno é de 92,5% mas este valor flutua como sabe, com base nos milhares de horas e milhões de Euros apostados. O Craps, após a 2.ª Guerra Mundial, foi o jogo de mesa mais popular. O Craps é não só um jogo de acção excitantemente rápido como também um jogo excelente para aplicar sistemas de apostas e técnicas de gestão de dinheiro. Com uma baixa percentagem para a casa de 1.4% para apostas de linhas, e menos de 1% para linhas de apostas, o Craps oferece as melhores apostas no casino para além do Blackjack. A grande diferença entre os dois é que no Blackjack um apostador pode conseguir probabilidades da casa de menos de 1% através da utilização de numerosas opções, ao passo que no Craps, é possível uma vantagem da casa perto de zero se souber correctamente quais as apostas a fazer. Punto e Banca (Baccarat) é o jogo de mesa menos conhecido, o que é uma pena devido à baixa vantagem da casa de apenas 1.17%, enquanto a do jogador é de 1.37%. Muitos casinos oferecem agora um mini Baccarat, jogado em mesas de tamanho igual às de Blackjack e que oferece apostas mínimas mais baixas do que no Baccarat standard que é frequentemente jogado em áreas especiais e que são apenas do domínio de grandes jogadores. Muitas pessoas acreditam que é impossível ganhar em qualquer casino e que ganhar é uma questão de sorte. A sorte pode ser de facto um factor importante; porém, o Blackjack é essencialmente um jogo de perícia e não de sorte. A maioria dos patrões dos casinos ouviram que é possível vencer-se o Blackjack mas estes acreditam também que apenas matemáticos certificados podem dominar a perícia necessária para vencer o jogo. É uma crítica válida às diversas estratégias complexas de contagem de cartas, mas não poderá ser certamente aplicada à estratégia do Power Blackjack. Retorno (payout) médio para o jogador O “retorno médio para o jogador” é a percentagem que uma máquina de jogo paga em média num jogo simples. Este retorno é mostrado nas máquinas. Em algumas (chamadas “máquinas compensadas”), o retorno é um mínimo fixado, estando as máquinas assinaladas como “aleatórias” ou “compensadas”. Este retorno médio por jogo é calculado a partir de milhões de jogos, e não indica o que o próximo jogo vai trazer. Pode ser muito mais ou muito menos (por exemplo, se perder) Mais, se jogar mais que um jogo, o retorno médio é mais baixo. Por exemplo, se o retorno médio para um jogo simples for de 80%, para dois jogos será de 64%. Para 10 jogos está mesmo abaixo dos 11% (0.8 para a força 10). Uma forma diferente de olhar para o “retorno médio do jogador” é ver o seu reverso, a “perda média por jogador” por jogo. Por exemplo, se uma máquina de jogo tem um retorno médio para o jogador de 80%, a perda média por jogo é de 20%. Em média, cada vez que joga, perde 20% da sua aposta. De qualquer forma, uma máquina de jogo aceita mais dinheiro do que devolve portanto gera mais dinheiro para o operador. APOSTAS DESPORTIVAS Quer queiramos quer não, todos nós estamos expostos ao jogo desde cedo. Desde os jogos de sorte, jogos de arcádia e bingo da igreja, dominós, dados, jogos de cartas, e rifas dos bombeiros. Portanto, pode ver que o jogo está à nossa volta em diferentes formas e tamanhos. Se vai apostar, muitos vêm as apostas desportivas como tendo mais valor que os jogos tradicionais de casino. Uma mão de Blackjack termina rapidamente pelo que pode sair imenso dinheiro das suas mãos. Quando faz uma aposta num concurso desportivo, tem normalmente alguns dias para pensar sobre o assunto. Então, durante o jogo pode ter horas de divertimento. Por vezes até aos últimos segundos. A maioria dos apostadores desportivos cresceu a observar e a apostar em desportos. Sentem que adquiriram conhecimento e julgamento acerca do assunto, mais do sobre apostas na bolsa. Com as apostas desportivas, o pequeno jogador pode ser tão competente como os profissionais. Há muitas razões para as pessoas começarem a jogar. Na maioria das vezes, porque somos fãs e gostamos de desportos. Desde os ricos aos pobres, as apostas desportivas transcendem a sociedade. As apostas desportivas podem ser – entretenimento legal, divertimento, lucro, perigo, bancarrota, e por vezes crime. É a vida. Porque é que as pessoas gostam de apostar no desporto? Porque é que as pessoas gostam de tentar ultrapassar a linha? Porque é divertido, excitante, arriscado, estimulante. Com as apostas desportivas, tenta-se prever o futuro. É conciliar as suas capacidades com as dos peritos. Algumas pessoas dizem que se sentem como fazendo parte do jogo porque de uma certa forma estão a competir. Existem imensas formas de apostar -- point spreads, futuros, linhas de dinheiro, proposições, tudo ao encontro do gosto pessoal de cada um. As apostas desportivas estão disponíveis durante todo o ano. Podemos apostar no futebol , basquetebol, basebol, NASCAR, golfe e mais. Os apostadores têm um sentido de controlo. Pelos menos os inteligentes. Mais, a sociedade tornou-se menos relutante em relação às apostas desportivas. É visto cada vez menos como um submundo. Tornou-se mais generalizado. A maioria das pessoas questionadas não tem qualquer espécie de problema com o jogo legal. Há muito boas pessoas, trabalhadoras, inteligentes, honestas que gostam de apostas desportivas.

Sociedades

Nas sociedades, os jogadores “juntam” as suas apostas e a soma combinada, menos o que o operador ganha, e dividem o prémio entre si. O nível de pagamento depende do tamanho da sociedade e do número de participantes vencedores. A sociedade mais comum no UK é do futebol, baseada nos resultados desportivos do mesmo. As apostas de sociedade nas corridas de cavalos e outros desportos ocorrem em campo, através de escritório de apostas e da Internet. As sociedades relativas a corridas de cavalos são oferecidas em exclusivo pelo Tote.

Spread betting

Permite apostar em eventos desportivos, políticos ou movimentos da bolsa. Ao contrário das formas de jogo mais tradicionais onde perde apenas a quantia que apostou, os lucros e perdas podem não ter limite. Nas apostas normais ou tem razão absoluta (o cavalo ganha) ou está absolutamente errado (o seu cavalo não ganha) e perde a quantia apostada. No spread betting, quanto mais certo está mais pode ganhar, mas quanto mais errado mais perde – e a sua perda não se limita à quantia apostada. Por exemplo, se apostar €5 que o primeiro golo será marcado aos 35 minutos de um jogo de futebol, pode ganhar €25 se o golo for marcado aos 40 ou perder €25 se for marcado aos 30 minutos de jogo.

Probabilidades

As probabilidades são a possibilidade de alguma coisa acontecer, ao contrário de outras. No jogo, as probabilidades são as quantias pagas pelo operador ou agente de apostas. Por exemplo, se as probabilidades forem de 3/1 (três para um), o operador de jogo pagaria 3€ por uma aposta de 1€. Se as probabilidades são de 1/4 (um para quatro), o operador pagaria 0,25€ numa aposta de 1€. Nas apostas a dinheiro as probabilidades referem-se à quantia que o agente de apostas ou operador de jogo irá pagar, uma vez retirada a sua comissão, ou “vantagem da casa”. ETIQUETA – Casinos Tradicionais Quando entra num casino dito tradicional é provável encontrar pessoas com pouca educação. A lista de ofensas seria extensa. É óbvio que quando alguém começa a perder o seu dinheiro ganho com suor não pode esperar gargalhadas. Irão existir sempre dias em que parecerá que uma espécie de nuvem nublada decidiu pairar. Mas o importante é que pode levar estes maus dias com um pouco de classe e graça em vez de deitar as culpas no vizinho do lado. Sem dúvida a seguinte lista de etiqueta pode aplicar-se à vida em geral. E o facto da maioria das pessoas chegar à idade adulta legal sem a conhecer dá que pensar. No fim de contas, enquanto a análise dos prós e contras a nível online não importa muito, se agir como um idiota num casino tradicional pode ficar numa situação melindrosa — o que não é agradável mesmo que esteja a ganhar.

Regra N.1: Conhecer o jogo

Pode parecer espantoso mas há pessoas capazes de apostar efectivamente em algo que não conheciam até há cinco minutos. Seriamente, ninguém quer sentar-se e explicar-lhe as regras do jogo enquanto tentam concentrar-se nas próprias mãos ou apostas. Se questionar um negociador é provável ter informação errada porque não há nenhum incentivo para que um casino lhe dê a conhecer as regras. É realmente chato quando surgem na mesa de jogo pessoas sem a mínima ideia do que se passa. Mais, é capaz de arruinar a estratégia de alguém ao interrompê-lo mas não há dúvida que o casino não vai parar o jogo enquanto recebe uma lição.

Regra N.º 2: Não se Intrometa

Os jogadores puros e duros são um grupo supersticioso e muitos têm a noção que um jogador extra numa mesa de Poker ou Blackjack irá arruinar o fluxo da jogada. Como regra geral, não deverá nunca interromper um jogo a meio. A melhor política será perguntar simplesmente: “Importa-se que me junte?” Se o outro jogador disser que “não” poder-se-á sentar sem grandes problemas, se disser “sim, importamo-nos”, esta é a dica para ir procurar outra mesa. Para jogadas medianas, porém, não existe qualquer tipo de excepção. Se tentar fazer isto, quer no Blackjack, hold’em, Roleta, pai-gow, Craps ou Baccarat, o negociador normalmente irá ignorá-lo. Claro que por vezes eles irão deixar tudo o que estão a fazer para o deixar entrar —especialmente se os chatear constantemente. Mas uma vez dentro, pode ter a certeza que entrou num ninho de vespas, de pessoas que não estão muito receptivas a parar tudo por sua causa.

Regra N.º 3: Tenha atenção às beatas e pastilha elástica

Sim, os casinos são um dos últimos estabelecimentos no “mundo livre” a permitir tabaco, mas não tem que ser descuidado. Normalmente, as empregadas de mesa estarão muito solícitas em lhe oferecer os cinzeiros, portanto não há desculpas para deixar cinza por todo o lado. Vejamos a realidade: ninguém gosta de beatas. E, considerando que muitas das pessoas que frequentam os casinos tradicionais apreciam estes privilégios, a maioria não quer perdê-los apenas porque o casino está cansado de limpar as carpetes. Se, por outro lado, é viciado em chiclets NUNCA as esconda numa mesa de casino, tal como as beatas. No fim de contas, as pessoas na mesa de jogo estão a tentar concentrar-se—no dinheiro delas sem dúvida. Não há tolerância perante uma pessoa que age como uma secretária num filme de adolescentes dos anos 80 ou que gosta de largar as coisas onde um sapato insuspeito as pode encontrar.

Regra N.º 4: Não mexa nas fichas de outros jogadores

Coloquemos assim as coisas: gosta quando um completo estranho começa a sondar o seu dinheiro? Não me parece.

Regra N.º 5: As baboseiras são por sua conta e risco

Quando perde, não diga palavrões, não acuse o negociador de batotice e não ande para cima e para baixo a dizer “Não quero”. E na mesma moeda, não aja de forma superior, não dê conselhos condescendentes e não se saia com “Eu bem te disse” quando ganha. Este tipo de comportamento distrai mas mais importante não lhe vai dar pontos daquele jogador que perdeu tempo a digerir a sua vitória.

Regra N.º 6: Seja Simpático com o Staff

Ficar com “carradas” de dinheiro de outros pode ser um trabalho ingrato. Pelo que os negociadores, empregadas e funcionários de piso não precisam que lhes torne o trabalho mais difícil. Por exemplo, não chame o negociador de mentiroso e não o calunie. E não tente manobrar a bonitinha que quer entrar na faculdade com martinis Franceses. Mas a melhor parte desta “simpatia” é que deveria oferecer gorjeta ao staff do casino quando está de saída. Se tiver um sistema ou estratégia forte, partilhe a fortuna! Normalmente as empregadas de mesa e negociadores — tal como a maioria das pessoas— não recebem o que pensam ser justo, e normalmente esperam pelas gorjetas para pagar a renda. No geral, a melhor forma de chamar a atenção do negociador é simplesmente assegurar-se que têm um interesse comum: em vez de dar dicas sem sentido, faça uma aposta separada e diga “Esta é para o Croupier”.

Regra N.º 7: Não se Desvie

Conhece aquele bêbado que está sempre a debitar sentimentalidades com cheiro a bafo? Sim, não seja essa pessoa. Apesar de normalmente as bebidas serem grátis, situações tais como verter o seu rum e cola sobre a mesa não são agradáveis. Os casinos, em regra, encorajam a bebida porque leva as pessoas a fazerem apostas ridículas, mas não faça confusão, se exagerar, sairá do casino mais depressa do que com patins.

Regra N.º 8: Não vá atrás das compensações:

As compensações são pequenos prémios de consolação dados às pessoas que gastam milhares e milhares. De um ponto de vista, se estiver a aprender correctamente e se prestar atenção aos nossos artigos de estratégia, não perderá mais do que precisa, para ser correctamente compensado. Mas supondo que perde mais do que deve, uma consolação nunca é nada da qual orgulhar-se ou desejar. Afinal, quem quer gastar centenas de dólares para depois ter apenas uma bebida grátis ou café? Damos uma dica: se ganhar uma compensação aprecie a mesma em silêncio. Caso contrário, não barafuste.

Regra N.º 9: Não seja Desenquadrado:

Como regra essencial, se a sala estiver bastante ocupada limite-se apenas a uma máquina. Ao jogar em mais do que uma máquina, acima de tudo, não irá aumentar as suas probabilidades e estará a assumir mais espaço do que aquele que precisa. Se tiver que se ausentar faça-o discretamente, assinalando com um copo de moedas voltado para baixo ou com um cinzeiro limpo voltado para baixo no seu banco. Se o fizer por bastante tempo, liberte o lugar para outra pessoa.

Regra N.º 10: Seja Asseado

Algumas pessoas gostam de ter pilhas de fichas em toda a volta e de serem “espaçosas”. Realmente, temos pena se é uma dessas pessoas. Mais do que isso, é de facto estúpido. Penso no quanto mais fácil seria, por exemplo, ter as fichas bem ordenadas em conjuntos de digamos 10 fichas. Se tivesse cinco conjuntos com 10 fichas de €1 em cada linha, pode dizer que tem num instante €50! Mais, não só o ajudará a ter noção do quanto ganhou e perdeu, mas também a contar as suas apostas rapidamente. Portanto, a limpeza é uma questão de estratégia básica. Não tem que se preocupar com as suas fichas misturarem-se com as de outra pessoa. E quando é tempo de receber dinheiro, pode ter a certeza que o pagamento do negociador está certo porque já sabe o que tem antes de entregar as suas fichas.